Pesquisa define prioridades do Campo Bonito

By fevereiro 26, 2016 Notícias

CB_Pesquisa (3) usar esta

Mapeamento feito com proprietários de imóveis aponta necessidades de comércios e serviços no Campo Bonito

Com o objetivo de atrair comércios e serviços que sejam considerados prioritários em um bairro, a construtora e incorporadora Jacitara, em parceria com a futura Associação dos Moradores do Parque Campo Bonito, realizou uma pesquisa em que mapeou as atividades comerciais e serviços considerados essenciais pelos moradores do maior projeto habitacional do estado, o Parque Campo Bonito, em Indaiatuba.

O resultado da pesquisa, intitulada “Do que o nosso bairro precisa?”, aponta que farmácia lidera o ranking do nível de prioridades das atividades comerciais que um bairro necessita em seu cotidiano. Em segundo lugar, padaria foi o estabelecimento que apareceu como essencial. Além destes dois comércios, no ranking dos dez tipos de atividades comerciais e de serviços prioritários para os moradores estão: açougue, água/gás, caixa eletrônico, lotérica, minimercado, profissionais liberais (médicos, dentistas), Correios, hortifruti e borracharia/mecânica.

Com quase 3 mil moradias no empreendimento – divididas nas modalidades casas (873 unidades) e apartamentos (2.048 imóveis) – a previsão é que circulem pelo Campo Bonito pelo menos 15 mil pessoas. O bairro também conta com lotes comerciais que estão sendo vendidos pela Jacitara. “O loteamento é a melhor opção de investimento e a pesquisa reforça o nosso argumento junto ao possível investidor e também atende às necessidades dos moradores”, explica o diretor comercial da Jacitara, Marcelo Fogaça.

Além dos moradores do Parque Campo Bonito, a região ainda possui mais 3 grandes empreendimentos em construção – Jardim dos Tucanos (124 casas), Jardim das Andorinhas (303 casas) e Jardim dos Sábias (1.462 lotes). Com previsão de entrega para os próximos 12 meses, os moradores desses empreendimentos também farão uso constante do comércio local.

Os lotes comerciais têm a partir de 150 metros quadrados e localização privilegiada, em uma região ainda em desenvolvimento em Indaiatuba. “É um excelente investimento para o comerciante e o prestador de serviços devido ao grande fluxo de pessoas e da ótima localização”, comenta Fogaça.

 

Perfil

Proprietários de um imóvel residencial no Campo Bonito, Andorinhas, Tucanos e Jardim dos Sabiás (empreendimentos ainda a serem entregues na região) representam um universo de 84% dos entrevistados. A pesquisa foi realizada por meio da página da Jacitara e do Parque Campo Bonito no Facebook, com um total de 506 participantes.

O projeto habitacional foi lançado em 2013 e atende a apartamentos populares da faixa 1 do Programa “Minha Casa, Minha Vida”; casas da faixa 2 e os lotes comerciais. O projeto foi desenvolvido e idealizado pela Jacitara e está sendo usado pelo Ministério das Cidades e pela Caixa Econômica Federal como modelo a ser aplicado no Brasil.

 

Leave a Reply